Documentário ‘Heróis do Fogo’ do Sesc Pantanal vence etapa nacional do Prêmio Aberje 2021

Cultura

O documentário “Heróis do Fogo”, produzido pelo Polo Socioambiental Sesc Pantanal, venceu a etapa nacional do Prêmio Aberje 2021 na categoria mídia audiovisual. O evento foi transmitido on-line nesta segunda-feira (13.12).
A obra, que marca a luta de brigadistas contra o fogo na Reserva Particular do Patrimônio Natural, a RPPN Sesc Pantanal, já havia sido premiada na etapa regional (Minas Gerais e Centro-Oeste) do prêmio.
Em 2020, a maior unidade de conservação privada do Brasil, com 108 mil hectares, localizada em Barão de Melgaço (MT), no Pantanal Norte, teve 93% da sua área atingida pelo pior incêndio do bioma nas últimas décadas.
A superintendente do Polo Socioambiental Sesc Pantanal, Christiane Caetano, destacou a importância do prêmio que reconhece o trabalho excepcional dos brigadistas e toda equipe que lutou bravamente para amenizar os danos do fogo na fauna e flora pantaneira.
“Estamos muito felizes, tenho certeza que toda a equipe, não somente a de comunicação, responsável por essa campanha de mobilização e esclarecimento sobre o que estava acontecendo, mas, principalmente, os brigadistas e todos os funcionários do Sesc Pantanal, que no passado tiveram que ir ao combate, do motorista aos dos serviços gerais. Foi uma mobilização muito grande. O prêmio é muito importante para nós, muito obrigada!”, declarou.
Lançado em 12 de novembro de 2020, Dia do Pantanal, o documentário traz depoimentos de quem estava na linha de frente do combate, imagens dos animais sobreviventes, além da fauna e flora atingidas pelo fogo na área conservada há 24 anos.
Apesar do fogo ter atingido 101 mil hectares da unidade de conservação, muita vida foi preservada. Em meio às imagens de carcaças e bichos feridos vistos em todo o Pantanal, as cenas dos animais vivos e saudáveis chamam a atenção para o trabalho da brigada Sesc Pantanal. Existente há 20 anos, a brigada retardou o avanço dos incêndios, dando tempo de fuga para os animais migrarem para áreas ainda não queimadas ou já atingidas há dias.
Imediatamente, após o fim dos incêndios na unidade de conservação, teve início o levantamento de dados com pesquisadores de diversas partes do país, que integram o Grupo de Estudos em Vida Silvestre (GEVS). No documentário, eles relatam o início desses trabalhos e a ação emergencial realizada para ofertar alimento e água aos animais.
Em novembro deste ano, o Polo Socioambiental Sesc Pantanal lançou a segunda parte do documentário, que pode ser visto na íntegra pelo link:https://www.youtube.com/SescPantanaloficial